topo
Home

Fisiologia da ATM


 

Entre em contato

Fisiologia da ATM
Escola Fisiológica da Oclusão
Receba mais informações sobre os cursos
Leia o artigo publicado pelos professores sobre DISFUNÇÃO OCLUSAL DA ATM

Creative Commons License
Fisiologia da ATM by http://curso.atm.googlepages.com/fisiologia.html is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Vedada a Criação de Obras Derivadas 2.5 Brasil License.
        O conceito de Sistema Estomatognático engloba todas as atividades executadas pela boca e pela mandíbula. Uma das principais  funções executadas pela mandíbula é a oclusão dentária. Não é possível discutir sobre oclusão, guia canina ou função de grupo, ou  ainda guia anterior sem lembrar que os movimentos dos dentes na verdadade são movimentos mandibulares.
        Este modo de ver o sistema estomatognático é simples e lógico, mas estes conceitos não são muito difundidos nem conhecidos pela  maioria dos dentistas.
        O diagnóstico de Disfunção de ATM atualmente utiliza certos princípios discutíveis, pois muitos autores chegam a afirmar que a  oclusão tem um papel secundário nestes problemas(1), ou que a oclusão não é mais considerada como o fator primário na natureza  multifatorial das Desordens Temporomandibulares(2).         Entretanto, a maioria desses autores não é capaz de dizer então qual é o  papel da oclusão nas DTM? Como é possível reconhecer seus sinais e sintomas, como reconhecer em um paciente quando a oclusão é a  causa da DTM?
        Para aprofundar o conhecimento sobre o papel da oclusão na Disfunção da ATM, entendendo-se aqui que oclusão é uma função  mandibular, vamos fazer uma pequena revisão sobre a fisiologia dos movimentos mandibulares.
        O Sistema Estomatognático é composto de estruturas passivas (ossos, dentes, mucosa e articulações) e estruturas ativas (nervos e  músculos esqueléticos).
        Podemos classificar as funções do Sistema Estomatognático como Sensitivas e Motoras.
        As funções Sensitivas são executadas por receptores que, sendo capazes de perceber estímulos específicos, enviam para o sistema  nervoso informações sobre a situação momentânea da ATM (artroceptores), do periodonto (periodontoceptores), dos músculos  (miotendoceptores) e da mucosa oral (mucoceptores).         Estes receptores são capazes de informar o status da função mandibular a cada  momento. Vale a pena lembrar aqui que não existem receptores específicos para a dor. Todos os receptores quando atingem o máximo  de seu limiar irão produzir a sensação de dor.
        As funções motoras do Sistema Estomatognático englobam ações dinâmicas nas quais participam todos os componentes e as principais  são a postura mandibular, a mastigação, a sucção, a deglutição, a fala, o bocejo, cuspidura, vômito, dentre outras.
        A cápsula da ATM possui 4 tipos de receptores(3) sensíveis a todos os deslizamentos condilares e capazes de adaptar adequadamente  a função motora de acordo com a finalidade funcional e proteger a articulação.
        O periodonto possui 6 tipos de receptores que controlam por via reflexa a musculatura da mastigação, controlando através da  contração isométrica e isotônica dos músculos, a pressão interoclusal dos dentes na mastigação dos dentes e os movimentos  mandibulares(4).
        Os receptores musculares (miotendoreceptores) controlam os fenômenos reflexos musculares(5), posturais e dinâmicos rítmicos,  conhecido como Reflexo Miotático.
        Através desse sistema de receptores a posição da mandíbula é controlada instantaneamente pela contração e tônus da musculatura  mastigatória(6). Em condições normais, os movimentos da mandíbula fazem a oclusão dentária ocorrer com a máxima eficiência. Na  presença de elementos que pertubem este equilíbrio, ocorrerão adaptações na sequência e intensidade da contração da musculatura,  causando a função alterada dos movimentos mandibulares. Este é o conceito de Disfunção da ATM adotado pelo curso e o diagnóstico  e escolha do tratamento baseiam-se nestes conhecimentos.
        Como poderá ser visto na página O QUE TODO DENTISTA PRECISA SABER SOBRE ATM, para estas alterações usamos a nomenclatura  DISFUNÇÃO OCLUSAL DA ATM, com diagnóstico baseado em sinais e sintomas claramente reconhecíveis. Outras alterações da ATM recebem  diagnóstico separado, como por exemplo Artrite da ATM e não Desordem Temporomandibular.



1 - Rinchuse DJ, Kandasamy S, Sciote J. A contemporary and evidence-based view of canine protected occlusion. Am J Orthod  Dentofacial Orthop. 2007 Jul;132(1):90-102.
2 - Rinchuse DJ, Rinchuse DJ, Kandasamy S. Evidence-based versus experience-based views on occlusion and TMD. Am J Orthod  Dentofacial Orthop. 2005 Feb;127(2):249-54.
3 - Greenield BE, Wyke B. Reflex innervation of the temporo-mandibular joint. Nature. 1966 Aug 27;211(5052):940-1.
4 - Türker KS. Reflex control of human jaw muscles. Crit Rev Oral Biol Med. 2002;13(1):85-104.
5 - Ross CF, Dharia R, Herring SW, Hylander WL, Liu ZJ, Rafferty KL, Ravosa MJ, Williams SH. Modulation of mandibular loading and  bite force in mammals during mastication. J Exp Biol. 2007 Mar;210(Pt 6):1046-63.
6 - Yang J, Türker KS. Jaw reflexes evoked by mechanical stimulation of teeth in humans. J Neurophysiol. 1999 May;81(5):2156-63.
Toda reabilitação realizada em Odontologia é a reabilitação da função mandibular.
Não importa a técnica ou material. O trabalho deverá ser compativel e harmonizar-se com a função mandibular